• Primeira compra com 10% OFF com o cupom NEWRP
0Item
Meu carrinho
Fechar pedido
Seu carrinho está vazio
    Banner
    Banner

    Gato Singapura

    O menor de todas as raças reconhecidas, o Gato Singapura recebeu esse nome porque era um animal frequentemente encontrado nas ruas dessa mesma ilha.


    A raça é conhecida por ser muito carinhosa, companheira, adoram estar sempre no colo dos tutores e gosta de ter a atenção das pessoas. Por isso, essa não é a melhor escolha a quem passa muito tempo fora de casa, exceto quando há outros animais que lhe façam companhia.


    Sem dúvidas, o Gato Singapura é um ótimo animal de companhia, mas é preciso conhecê-lo muito bem antes adotar um exemplar desses. Sendo assim, continue a leitura para saber mais sobre esse pequeno felino.


    História da Raça

    Como o próprio nome sugere, o Gato Singapura teve origem no Sudeste da Ásia, onde eram considerados apenas gatos de esgoto.


    Porém, tudo mudou a partir da década de 1970, quando dois americanos - o casal Hal e Tommy Meadow - tiveram contato com um exemplar dessa raça e se surpreenderam pela beleza singular.


    Encantados, eles levaram alguns Gatos Singapura aos Estados Unidos e começaram a fazer a reprodução, selecionando os que tinham traços relacionados à beleza e ao carinho com os humanos.


    Depois da disseminação e reconhecimento, a raça chegou a ser alvo das publicidades de Singapura que visavam a promoção do turismo na ilha. Então, no ano de 1991, a raça foi considerada tesouro nacional.


    Características da Raça

    Primeiramente, o Gato Singapura é reconhecido como o menor entre os gatos domésticos e também o mais carinhoso.


    O Gato Singapura é conhecido por ser bem pequeno e a maioria dos seus exemplares pesam menos do que 3kg, o que faz dessa a raça de gato a mais leve do mundo.


    Apesar de pequenos, esses gatinhos são fortes e musculosos - inclusive as patas – o que pode dar a impressão de que estão acima do peso ideal, ainda mais pela estrutura óssea fina. Quanto ao formato do corpo, a cabeça é bem redonda e as bochechas podem ser bem avantajadas, sobretudo aos machos.


    Os seus olhos são grandes, amendoados e com delineamento preto. Já a coloração deles varia entre cobre, verde ou ouro; no entanto, são sempre bem vivos e vistosos.


    Geralmente, a testa do Gato Singapura é marcada por listras pretas em formato de “M” bem perceptível. As orelhinhas grandes estão sempre bem eretas e, quando combinadas à aparência dos olhos, passam a impressão de alerta constante. Já o focinho é curto e estreito, com os bigodes bastante visíveis.


    A cauda é fina, cuja ponta é arredondada; e tanto a cauda quanto à espinha do animal possuem uma coloração mais escura que o restante do corpo, o que faz ele semelhante a um leopardo.


    Inclusive, vale salientar que os exemplares da raça crescem até completarem dois anos. Portanto, estimar a idade do animal durante os primeiros meses de vida pode ser bem difícil a quem não está acostumado com a raça.


    Pelagem e Cores

    A pelagem do Gato Singapura é mais uma particularidade da raça, visto que ao toque, a textura parece ser uma pelúcia. Quanto a cor, o padrão é chamado de ticking: uma composição de faixas de tonalidades diferentes, das quais podem variar entre castanho e marfim, mas a cor mais comum é a sépia.

    Características

    • Energia

    • Apego ao dono

    • Amizade com crianças

    • Brincadeiras

    • Inteligência

    Temperamento

    Como já dito, o Gato Singapura é conhecido por ser um animal muito carinhoso com as pessoas de seu convívio, adoram ficar no colo e costumam cutucar as pessoas suavemente com a patinha pedindo carinho.

    Assim, ao adotar um Gato Singapura, você deve estar preparado para oferecer amor, carinho e atenção uma boa parte do seu tempo; caso contrário, ele pode ficar bem triste, ou até depressivo.

    Caso você não tenha tempo, adotar um outro animal para lhe fazer companhia é ótimo, pois este gatinho se socializa bem e não possui a tendência de marcar território, como algumas outras raças.

    E, por falar nisso, é a capacidade de socialização do Gato Singapura atrai as pessoas para perto dele. Sim, é bem provável que o gatinho vá chegando de mansinho a qualquer visita que você receber até conquistar um colo e ganhar carinho.

    Por ser tão carinhoso, o tutor tem tendência a ceder às vontades do gato e, possivelmente, pode se tornar um pouco dominador. Se mostrar esse traço de personalidade, mostrar as regras da casa através do adestramento é uma boa solução neste caso.

    O Gato Singapura possui uma curiosidade bastante aflorada, assim como a sua inteligência e, como esperado, a sua energia. Portanto, tenha certeza de que você terá um companheiro bem interessado em qualquer tarefa que você for realizar.

    Mas tanta energia, esperteza e curiosidade tem desvantagens: a possibilidade de fuga. Por este motivo, sempre fique de olho no seu animalzinho; caso necessário, feche as portas da casa e coloque telas nas janelas.

    No caso das mamães Singapura, os cuidados com ela e os seus filhotes precisam ser bastante delicados, tanto no abrigo deles como na alimentação e outros, até pelo instinto maternal ser intenso.

    Especificações da Raça

    Rações para Gato Singapura

    Saúde

    Os exemplares de Gato Singapura são geralmente muito saudáveis e, por isso, quase nunca apresentam problemas de saúde. Contudo, existem alguns pontos de atenção com os gatinhos.

    Um dos principais é a inércia uterina, condição da qual o parto não pode acontecer de forma natural porque o útero não se contrai adequadamente. Então, o procedimento precisa ser uma cesariana feita pelo médico veterinário.

    Assim como qualquer outro animal, é preciso ter cuidado com problemas de ouvido, sendo necessário higienizar a região pelo menos uma vez por semana.

    Os pelos do Gato Singapura são bem curtos e lisos. Apesar disso, a escovação é importante para evitar que o animal engula os fios e desenvolva problemas digestivos.

    As visitas ao veterinário e a vacinação devem acontecer com frequência de pelo menos um ano. Porém, o vermífugo precisa ser aplicado a cada seis meses.

    E um lembrete válido para qualquer animal é: caso você perceba qualquer alteração do seu gato, leve-o imediatamente ao veterinário.

    Banner
    Banner
    Banner
    Banner

    Atividades recomendadas

    O Gato Singapura é um animal bastante enérgico, que adora brincar e se relacionar com as pessoas, o que torna bastante prazeroso brincar e interagir com esse pequeno felino.

    Os gatinhos dessa raça também adoram brincadeiras de caçar e agarrar objetos, como bolinhas e arranhadores. E não se surpreenda se mesmo os animais mais velhos forem grandes brincalhões.


    Treinamento

    Apesar de muitas pessoas acharem que gatos não precisam de treinamento, existem algumas raças que são bastante geniosas, como é o caso do Gato Singapura.

    Nesse caso é preciso treinar o animal para que ele aprenda as regras da casa, caso o contrário ele pode acabar dominando o ambiente.

    Principais Cuidados

    O Gato Singapura não exige muitos cuidados específicos. Mesmo assim, manter a rotina de higiene do animal em dia é extremamente benéfico à sua saúde.


    Higiene 

    Primeiramente, remova os pelos mortos escovando o animal duas vezes por semana, prevenindo a formação de bolas de pelo no estômago do animal.

    Ainda sobre os pelos, sabemos que os gatinhos se limpam sozinhos, e complementar a higiene dele limpando-o com um pano molhado com água ou com produtos específicos é super benéfico a esse felino asiático.

    Escovar os dentes com escovas de dentes e creme dental de uso veterinário evita problemas gengivais graves, e isso deve ser feito uma a duas vezes por semana.


    Alimentação

    O Gato Singapura é um animal com forte constituição muscular, e é fundamental que tenha boas fontes de proteínas, vitaminas e minerais para a manutenção da sua saúde. Por isso, uma ração seca do tipo super premium é a melhor escolha ao seu companheiro.


    Saúde

    Manter a carteirinha de vacinação do seu Gato Singapura é a garantia de que ele passeie tranquilamente sem contrair o vírus da raiva, que pode ser mortal tanto ao ser humano quanto ao animal.

    Outro cuidado com a saúde do Gato Singapura desde pequeno é a aplicação de vermífugos, tanto para fins de prevenção como retirar os protozoários alojados no intestino vindo de água ou alimentos contaminados.

    Já os antipulgas e carrapatos – seja de uso oral ou tópico – é eficácia ao combate de pulgas e carrapatos adultos, os ovos e as larvas dentro de poucas horas e previnem uma nova infestação de um a três meses, dependendo do produto.

    Curiosidades

    Baixinho: O Gato Singapura é reconhecida a menor raça de gatos do mundo. Só que sabemos que mesmo sendo pequeno, é enorme quando falamos de carinho e companheirismo ao seu dono!

    Lion City: Seu nome original é conhecido como cidade leão no idioma malaio, uma das línguas faladas em Singapura.

    Aristogatas: Um dos personagens dessa animação de 1970 é o gato guitarrista chamado Hit Man, da raça Singapura; ou seja, temos um talentoso nessa raça, não é mesmo?


    Perguntas Frequentes sobre o Gato Singapura

    1 – Qual é a expectativa de vida de um Gato Singapura?

    A expectativa de vida de um Gato Singapura é de 12 a 13 anos.

    2 – O Gato Singapura convive bem com as crianças?

    Até por ser muito apegado ao dono, o Gato Singapura se dá muito bem com crianças. Porém, é preciso alguns exercícios de socialização entre gato e as crianças, pois o pet é bastante sensível.

    3 - O Gato Singapura gosta de visitas?

    O Gato Singapura gosta bastante de visitas e se socializa com elas chegando de mansinho até conseguir o colo do visitante.

    4 – Gatos Singapura são inteligentes?

    Além de muito inteligentes, os Gatos Singapura são beem curiosos e enérgicos, o que facilita bastante na hora das brincadeiras e adestramento.

    5 – O Gato Singapura é bom pra morar em apartamento?

    Por ser um espaço menor e com menos rota de fuga, morar em apartamento é o mais seguro ao Gato Singapura por sua tendência a escapar. No entanto, se esse gatinho for morar em casa, verifique e bloqueie as possíveis rotas de fuga.

    6 – O Gato Singapura pode conviver com outros animais?

    Pode sim! Inclusive, o convívio do Gato Singapura com outros animais ajuda-o a não sentir tanta falta do dono quando ele passa mais tempo fora de casa.

    7 – Um dono de estimação de primeira viagem pode adotar o Gato Singapura?

    O Gato Singapura é ideal aos donos de primeira viagem, contanto que tenha tempo disponível para cuidar e dar atenção a ele alguns minutinhos por dia.

    8 – O Gato Singapura pode ficar sozinho em casa por muito tempo?

    O dono de um Gato Singapura precisa estar mais presente para proporcionar os cuidados básicos, principalmente o amor e carinho que ele tanto precisa. Caso contrário, o pet pode ficar depressivo mais rápido do que se imagina.

    Banner
    Banner