• Primeira compra com 10% OFF com o cupom NEWRP
0Item
Meu carrinho
Fechar pedido
Seu carrinho está vazio
    Banner
    Banner

    Gato Siberiano

    Com uma aparência selvagem e o gosto pela natureza, o Gato Siberiano tem ganhado vários admiradores e se tornado uma das raças mais conhecidas do mundo.


    Originário da Rússia e Ucrânia, é um gato de médio a grande porte e, na vida adulta, pode atingir 9 kg. Antes de ser domesticado, essa raça era conhecida como gato selvagem: e, mesmo tendo mais de 1000 anos de existência, ela só foi oficializada em 1990.   


    Esse felino possui uma personalidade tranquila, mas também é brincalhão e ativo. Seus longos pelos é uma de suas características que mais chamam a atenção, além da camada de subpelo e de seu corpo robusto. 


    Ficou curioso para saber mais sobre o Gato Siberiano? Então, fique com a gente mais um pouco e se apaixone mais ainda pelo felino mais fofo das florestas.


    História do Gato Siberiano

    Mesmo tendo registros sobre a raça a partir de 1871, acredita-se que o Gato Siberiano é bastante antigo e há a possibilidade de ter mais de 1000 anos de existência. Sobre a origem da raça, é resultada do cruzamento entre o gato selvagem do planalto siberiano com gatos domésticos russos e ucranianos. 


    Conforme a convivência desse gato com o clima das florestas siberianas, a pelagem do Gato Siberiano foi se modificando até chegar a uma pelagem longa e grossa. Além disso, o subpelo do bichinho também surgiu para que ele sobrevivesse às temperaturas baixíssimas do clima com uma proteção extra.


    O Gato Siberiano era um felino da realeza e um grande companheiro dos nobres durante o período da Rússia Imperial. Já no regime soviético, muitos fazendeiros criavam esses gatos escondidos, pois a exploração de animais domésticos era proibida pelo governo.


    O registro oficial do Gato Siberiano só ocorreu em 1987 e começou a ganhar popularidade mundial durante a década de 90. A raça é reconhecida oficialmente pela WCF (World Cat Federation) desde 1992 e pela FIFE (Federação Felina Brasileira) desde 1998.


    Características do Gato Siberiano

    Bastante forte, musculoso e resistente, o Gato Siberiano pode chegar a pesar 9 kgs na fase adulta. No quesito comprimento, ele geralmente tem mais ou menos 90 cm de comprimento: ou seja, só não é maior do que a fofura e a doçura dele.


    O corpo do Gato Siberiano é compacto e maciço, e a cauda tem bastante pelagem e de tamanho médio. Já a cabeça é larga, arrendondada e as orelhas são arredondadas nas pontas; e essas são as características que assemelham-o ao Maine Coon e o gato Norueguês da floresta.


    Os olhos são expressivos e redondos, com cor predominante âmbar ou verde. Em raras vezes, podem ser azuis ou apresentar uma cor em cada olho, sendo mais comum em gatos totalmente brancos. 


    Pelo fato das pernas traseiras serem mais longas do que as dianteiras, isso faz com que o Gato Siberiano consiga dar saltos e escalar lugares altos, como árvores e montanhas, além de facilitar a caça de animais pequenos.


    Com o crescimento considerado mais lento em comparação às outras raças, o Gato Siberiano leva, em média, 5 anos para amadurecer totalmente a musculatura.


    Em relação à sua pelagem, o tópico abaixo vai detalhar sobre os aspectos, cores e curiosidades do pelo e subpelo desse pequeno czar de pelo hipoalergênico. 


    Pelagem do Gato Siberiano

    Sua pelagem longa e espessa não é problema para pessoas alérgicas, já que o Siberiano é um gato hipoalergênico. Ou seja, ele não produz a proteína FelD1, responsável por 80% das alergias relacionadas aos animais.


    Durante o inverno, a pelagem apresenta uma camada dupla e impermeável, feita para que o gatinho aguentasse o inverno russo. No pescoço, peito, patas traseiras e na cauda, o pelo é mais comprido.


    Já o subpelo é denso e fino; em épocas mais quentes, o Gato Siberiano perde sua camada de pelo interior, fazendo com que sua pelagem fique mais curta e leve.


    Cores do Gato Siberiano

    O Gato Siberiano tem um pelo longo e espesso, que serve como proteção das florestas frias em que viviam. Sua pelagem é aceita em qualquer cor, padrão e partes brancas, com exceção das cores canela, chocolate, lilás e fawn.


    As cores mais comuns da raça Siberiano são: 


    Preto 

    Cinzento 

    Chinchila 

    Creme 

    Carapaça de tartaruga 

    Tricolor 

    Bicolor 

    Tuxedo

    Totalmente branco 


    Nos gatos com pelagem totalmente branca pode acontecer dos olhos serem um de cada cor. 


    Outros cuidados


    Gatos, por si só, são animais muito curiosos e gostam de dar uma escapada de vez em quando. E, sendo donos de pet ou não, sabemos o quanto essas fugas são preocupantes em relação à segurança deles.

    Para a proteção desses animais, é ideal que os donos mantenham alguns cuidados, como a instalação de telas protetoras nas janelas e verificar se não há nenhum buraco dentro de casa que possibilite a escapada. O Gato Siberiano, em especial, costuma abrir portas com facilidade; assim, sempre mantenha as portas trancadas, assim como as janelas da casa ou apartamento.

    Quando vivem em regiões mais quentes, o Siberiano não desenvolve a pelagem mais grossa, podendo até parecer um gato de pelo curto. Mesmo assim, é importante mantê-lo em locais arejados para evitar desconfortos ou alguma crise alérgica.

    Diferente dos cachorros, os gatos são mais sensíveis aos medicamentos. Alguns deles como ácido acetilsalicílico (aspirina), anti-inflamatórios não esteroides, Ibuprofeno, Nimesulida e Piroxican são tóxico e podem levar o gato a óbito. Por isso, sempre administre medicamentos quando indicados pelo médico veterinário de sua confiança.

    Características

    • Energia

    • Apego ao dono

    • Amizade com crianças

    • Brincadeiras

    • Inteligência

    Temperamento

    Um animal muito tranquilo, o Gato Siberiano tem uma convivência muito boa com animais em geral e também com humanos, sejam eles adultos ou crianças.

    Com a família, o Gato Siberiano é mais apegado ainda: muito afetuoso, o bichinho adora passar o tempo com sua família humana e vibra quando os seus donos chegam em casa. Na presença de desconhecidos, pode ser tímido e até se esconder quando algum chega em casa. Mas, ao se sentir seguro, fica mais amigável e até aceitar a carícia do visitante.

    Por seu temperamento calmo e dócil, o Gato Siberiano pode exercer a função de animais terapêuticos infantis, pois a sua convivência com crianças é ótima, além de serem fiéis aos seus donos, inclusive se são crianças. E, assim como as crianças, esse gatinho adora brincar com água: então, levá-lo para brincar em banheirinhas, piscinas pequenas e fontes deixam o seu bichano super feliz também.

    O Gato Siberiano é bastante ativo, gosta de saltar e subir em lugares altos; não é por caso que ele é conhecido como um dos grandes caçadores em sua região. Assim, algumas brincadeiras em locais externos é uma boa pedida, contanto que se tome os cuidados para que ele não se machuque ou fuja.

    Outro aspecto do Gato Siberiano é de ser livre e independente algumas vezes. Porém, não se preocupe: esse gatinho não fica muito tempo longe da família humana dele, e nem a família dele longe da doçura do pequeno russo.

    Especificações da Raça

    Rações para Gato Siberiano

    Saúde

    O Siberiano é uma raça de gato bastante resistente, costuma ser saudável e sem histórico de doenças genéticas. No entanto, pode sofrer de algumas doenças comuns em gatos como micose felina e dermatite alérgica a pulga.

    Vejamos melhor como são essas doenças: 

    Micose felina – Causada por fungos, a micose felina pode se proliferar em qualquer parte do corpo, causando coceira e crostas no pelo do animal. Além disso, é uma das principais causas de queda de pelo em gatos.  

    Dermatite alérgica a pulga – Frequente em gatos e cachorros, o animal apresenta uma reação alérgica às substâncias encontradas na saliva das pulgas, causando feridas e falhas na pelagem. O tratamento é feito através de antipulgas. Inclusive, a prevenção e a proteção dos animais contra pulgas e carrapatos é muito importante para a saúde dele.

    Quando diagnosticadas precocemente, muitas doenças respondem melhor ao tratamento, diminuindo o período e, em alguns casos, que a doença volte em pouco tempo. Por isso, as consultas periódicas ao veterinário são super importantes à saúde, longevidade e bem-estar do seu Gato Siberiano.

    Banner
    Banner
    Banner
    Banner

    Atividades recomendadas

    O Gato Siberiano é um felino bastante ativo e gosta de saltar, subir em árvores e de uma grande aventura. Por este motivo, esses caçadores precisam de tempo e espaço destinado à prática de atividades físicas.

    Então, estimular o Gato Siberiano com brinquedos, exercícios acrobáticos e escaladas é ótimo para que ele realize as atividades físicas que precisa no dia-a-dia. Além disso, é mais legal ainda por ajudar a estreitar os laços entre dono e pet e ajuda na prevenção de muitas doenças.

    Outro benefício das atividades físicas ao Gato Siberiano é que você pode aproveitar esse momento do dia e treiná-lo. E, com a agilidade, rapidez e inteligência que esse caçador possui, se torna muito mais prazeroso esse treinamento, tanto para adestramento quanto para aprender alguns truques.

    Principais Cuidados

    Antes de adotar um Gato Siberiano, saber que esse gatinho requer alguns cuidado e o tempo de seus donos é extremamente relevante ao seu bem-estar e previne uma série de doenças ao seu pet. 

    Então, sempre consulte um especialista de sua confiança caso tenha alguma dúvida relacionada ao cuidado do seu gato e, ao usar algum produto, verifique se o mesmo é adequado e/ou próprio à raça e manuseie-o da maneira correta. Agora, vejamos quais são os cuidados que o seu Gato Siberiano precisa ao longo de sua vida:


    Higiene 

    Embora o Gato Siberiano goste de brincar bastante na água, observe a frequência dos banhos que ele toma e não dar banho em excesso é fundamental por um motivo.

    Como o pelo dele possui uma oleosidade natural que torna a pelagem impermeável, o excesso de banhos prejudica a estética da pelagem e causa problemas respiratórios também. Então, ele deve tomar banho somente uma vez na semana - no máximo - ou o banho a seco, que é uma ótima opção à pelagem do gatinho.

    A escovação do pelo também é algo que precisa de maior cuidado. A pelagem espessa e longa do Gato Siberiano tende a criar nós, principalmente na barriga e pescoço, onde tem mais pelos. Assim, a escovação precisa ser regular e, durante a troca de pelos, a frequência deve ser aumentada.

    Quanto a higiene bucal, a escovação precisa ser feita com produtos de uso veterinário e, feita de maneira correta, previne doenças e afecções dentárias, como as cáries e o tártaro. Seja após o banho ou sempre que for necessário, corte as unhas e limpe os ouvidos e os cantos dos olhoscom uma solução específica embebida com gaze ou algodão. 

    E outro cuidado básico, mas indispensável lembrar, é de manter a caixa de areia do gatinho sempre limpa e com a areia trocada.


    Saúde

    Uma raça bastante saudável e forte, o Gato Siberiano não costuma apresentar problemas de saúde. Porém, é sempre bom manter as consultas com o médico-veterinário regularmente, tanto para prevenir doenças como dar um tratamento mais exitoso às doenças em fase inicial.

    Os gatos - inclusive o Gato Siberiano - também precisam ser vacinados, e algumas são reforçadas anualmente contra doenças como a gripe e enterite. Logo, manter o calendário de vacinas sempre em dia é uma segurança ao pet e à sua família. 

    A vermifugação do gatinho é um cuidado indispensável, pois o remédio produz a imunidade contra parasitas que possam se desenvolver no organismo dele. O remédio pode ser aplicado a partir de um mês de idade e quando feito desde jovem, mais eficaz é a vermifugação.


    Alimentação 

    O Siberiano, assim como todos os gatos, é um animal carnívoro e precisa de uma ração com presença de proteínas. Nesse caso, uma dieta balanceada prescrita por um profissional te indica as melhores opções de alimentos ao gatinho.

    Aos filhotes de até 12 meses, a porção ideal é de 30 a 60 gramas de ração por dia; após essa fase, a porção ao Gato Siberiano pode passar de 40 a 80 gramas por dia. Além de uma nutrição maior ao seu pet, misturar sachê com ração seca mantém o organismo dele hidratado também.

    Deixar água e comida sempre disponíveis ao seu pet - na quantidade correta -, em conjunto com uma boa alimentação, promove uma maior disposição, mais saúde e longevidade ao gatinho.


    Curiosidades

    Caçador: Registros indicam que o Gato Siberiano era doméstico nos palácios dos czares, onde tinham papel de eliminar os ratos. E, com o passar do tempo, a nobreza russa foi criando apego pela raça e se tornou a favorita dessa classe.

    Hipoalergênico: Uma boa notícia aos alérgicos aos pets, o pelo do Gato Siberiano é hipoalergênico, o que traz total tranquilidade a quem quer adotar um bichinho de estimação.

    Brincalhão: Diferente da maioria dos felinos, o Gato Siberiano adora brincar com água. E, por sua personalidade tranquila e boa convivência, essa raça é usada em projetos terapêuticos infantis, trazendo ótimos resultados para quem adota com esse fim.

    Virei um Gato: O Gato Siberiano também é presente nas telonas! No filme Virei um Gato, o personagem de Kevin Spacey é transformado em um Gato Siberiano, que é o presente que a filha do personagem pede de aniversário!

    Heroi: Em 1943, o cerco à cidade de São Petersburgo levou um monte de gatos à morte, desencadeando uma infestação de ratos pelos edifícios da cidade. Para combater isso, os siberianos mandaram vários Gatos Siberianos à cidade e esse pequenos caçadores combateram a infestação com sucesso!


    Perguntas Frequentes sobre o Gato Siberiano 

    1 – Qual é a expectativa de vida de um Gato Siberiano?

    A expectativa de vida de um Gato Siberiano é de 13 a 15 anos.

    2 - O pelo do Gato Siberiano é hipoalergênico?

    Sim! O pelo do Gato Siberiano é hipoalergênico, pois não produz a proteína FelD1, responsável por 80% das alergias relacionadas aos animais. Então, esse bichinho é a escolha ideal para quem quer um felino como companheiro sem sofrer com as alergias constantes.

    3 – O Gato Siberiano convive bem com as crianças?

    O Gato Siberiano é excelente no convívio com crianças, tanto que ele é usado como animal terapêutico no caso delas. E, assim como as crianças, os Gatos Siberianos adora brincar com água, inclusive quando tem crianças junto com eles.

    4 - O Gato Siberiano gosta de visitas?

    Com as visitas, o Gato Siberiano é bem tímido, mas nada que uma socialização não consiga aproximar o bichano.

    5– Gatos Siberianos são inteligentes?

    Muito inteligentes, os Gatos Siberianos aprendem truques com facilidade quando bem treinados, inclusive aprendem a abrir maçanetas das portas.

    6 – O Gato Siberiano é bom pra morar em apartamento?

    Sem dúvida! Além do Gato Siberiano ser ideal para apartamento, ele também pode viver em casas. Só é necessário um pouco cuidado, pois esse pequeno espertinho abre as maçanetas das portas para escapar.

    7 – O Gato Siberiano pode conviver com outros animais?

    Sim, o Gato Siberiano se dá muito bem com gatos de outros gêneros e espécies, e também com outros animais da casa.

    8 – Um dono de estimação de primeira viagem pode adotar o Gato Siberiano?

    Claro que sim! O Gato Siberiano é ideal aos donos de primeira viagem por ser extremamente carinhoso e leal ao seu dono.

    Banner
    Banner