• Primeira compra com 10% OFF com o cupom NEWRP
0Item
Meu carrinho
Fechar pedido
Seu carrinho está vazio
    Banner
    Banner

    American Bully

    Um cão de aparência robustra e arrojada tem que ser agressivo? Acontece que não necessariamente, como prova o American Bully!


    Por conta da sua musculatura densa e definida, o Valentão Americano é uma raça extremamente dócil e carinhosa, além de ser um super apegado ao tutor.


    Criado na década de 1990 nos Estados Unidos, o American Bully foi desenvolvido ao longo de anos de criação seletiva e originada de cruzamentos com diversas raças, principalmente com o Pit Bull, Buldogue e o American Staffordshire. Isso explica a quantidade de variações da raça e a semelhança genética com os seus antepassados.


    Mas mesmo sendo recente, ela é extremamente popular em seu país de origem e vem ganhando cada vez mais popularidade nos países europeus. Por esse motivo, a raça American Bully foi reconhecida pelo United Kennel Club (UKC) e criado o American Bully Kennel Club no ano de 2004.


    Além de inteligente, o American Bully é obediente, bastante disposto a ser treinado e capaz de aprender grande quantidade de truques e comandos só para agradar ao tutor. Portanto, os métodos de treinamento baseados em recompensas são muito eficazes com esta raça – especialmente quando trata-se de guloseimas!

    Outra característica do American Bully é de ser um cão mais teimoso e difícil de treinar. Então, é importante ser firme durante o adestramento e treinamento - da maneira correta, claro - para ele saber quem é o líder; assim, se acostuma com o tempo e também por querer agradar ao dono.


    Embora não seja particularmente agressivo, ainda existe a possibilidade de qualquer raça (especialmente do grupo de raças Bully) ser agressiva com certos animais ou situações. Para evitar isso, o treinamento e a socialização podem ajudar a manter o American Bully calmo e controlado em potenciais confrontos.


    Quanto aos olhos do pet, pode acontecer de ter catarata ou atrofia progressiva da retina, que é a perda progressiva da visão. É uma doença hereditária e cães com essa condição não devem ser submetidos ao cruzamento.

    Além disso, pode acontecer a luxação da patela, que é um problema nas articulações do joelho.


    Essa raça possui a síndrome branquicefálica, que é causada pelo nariz braquicefálico do valentão, igual o nariz de Buldogue e Pug. Por conta do formato, eles não toleram temperaturas muito elevadas, atividade físicas intensas e situaçõe estressantes.


    O American Bully pode ter flatulência e intolerância ao calor. Então, ficar de olho na alimentação e não expor o bichinho às temperaturas muito altas ou muito baixas diminui a incidência desses problemas.


    O maior cuidado é com as unhas, que devem ser aparadas regularmente para evitar rachaduras ou fraturas dolorosas. Já os dentes devem ser escovados uma vez por semana, se possível, com mais frequência que a ideal, prevenindo problemas como placa bacteriana e o tártaro.


    Também é importante que esses cães façam a quantidade certa de exercícios por possuir tendência à obesidade. Como ela pode encurtar a vida de um cachorro em vários anos, é importante ficar de olho em seu peso desde o início.

    Características

    • Energia

    • Apego ao dono

    • Amizade com crianças

    • Brincadeiras

    • Inteligência

    Temperamento

    É importante falarmos que a melhor opção de lar a esse cãozinho é uma casa suburbana com quintal ou uma casa de campo bem espaçosa.

    O que explica essa necessidade em particular é que a raça é bem sensível ao tráfego alto e os ruídos de uma zona urbana, além do espaço que ele necessita para correr e brincar, por mais que o apartamento seja grande.

    Embora o American Bully se assemelhe ao Pitbull, há ainda diferenças entre eles. Uma delas é de que o valentão americano não requer condições especiais de criação, o que aumenta a sua popularidade. Porém, existem outras características sobre esse pet que valem a pena conhecer.

    Por mais que ele tenha o porte de valentão, esse cãozinho é extremamente gentil, dócil, brincalhão, calmo e adora passar o tempo ao ar livre. Ativo e bem amigável, estabelece contato com as pessoas rapidamente, tornando-o um companheiro perfeito para famílias com crianças; tanto que virou o preferidinho deles.

    Especificações da Raça

    Rações para American Bully

    Produtos American

    • Biofresh
      a partir de
      R$ 177,90
      R$ 177,90
    • Royal Canin
      a partir de
      R$ 333,90
      R$ 333,90

    Saúde

    O American Bully tem uma expectativa de vida média de 8 a 15 anos. Durante essa expectativa, é preciso ficar de olho em alguns problemas de saúde que esse cãozinho tende a desenvolver com o passar dos anos ou que possa surgir devido à genética dele.

    O valentão americano possui uma tendência a alergia na pele, por isso é recomendado usar apenas produtos neutros e que não causem irritação ou ressecamento durante os banho.

    Fique atento quanto a alimentação, esta raça precisa de uma ração saudável e balanceada, é indicado fazer um acompanhamento com veterinário, para manter o peso correto.

    O American Bully pode desenvolver alguns problemas com o passar dos anos, principalmente por conta da sua força, o que reflete em seu nível de saúde. Calma! Dificilmente essa raça fica doente, mas pode acontecer.

    Realize checkups regulares para verificar à saúde do coração, e fique atento aos sintomas como: respiração curta, batimentos acelerados quando está em repouso.

    Por conta da má formação genética, pode acontecer do cachorro ter displasia do quadril e cotovelo, é uma doença que causa desconforto e dor ao andar, fique atento a dificuldade ao se locomover, ou se está mancando.

    Banner
    Banner
    Banner
    Banner

    Atividades recomendadas

    Embora não seja tão ativo quanto muitas outras raças, o American Bully ainda precisa de uma rotina diária de exercícios físicos como qualquer outro cachorro. Se combinado com estímulo mental, o baixinho se manterá em forma, saudável e muito feliz.

    O cãozinho deve se exercitar entre 45 a 60 minutos por dia; uma caminhada mais curta pela manhã é uma boa, mas outra caminhada mais longa à tarde é obrigatória. Durante a caminhada, garantir meia hora de luz solar natural é necessidade absoluta do bichinho: caso você tenha um dia agitado no trabalho, reserve tempo suficiente para isso.

    Se tem uma coisa que o cachorro American Bully adora, é nadar! Além de se movimentar bem na água, ele terá a oportunidade de se refrescar nos dias quentes e...por que não aproveitar essa folga toda ao lado do valentão americano?! Mas claro, com exercícios leves e tomando cuidado para evitar afogamento ou acidentes.

    Vale lembrar que deixar um cão dessa raça ocioso por um longo tempo não apenas o deixa entendiado, mas pode levá-lo a desenvolver comportamentos indesejáveis e destrutivos em casa. Inclusive, a falta da prática de exercícios leva ao ganho de peso, o que muito provavelmente encurta a expectativa de vida em vários anos.

    No entanto, os filhotes de American Bully não devem se exercitar em excesso, pois suas articulações e ossos ainda estão crescendo, e o excesso de atividade pode levar a sérios problemas na vida adulta. Por isso, eles não devem saltar dos móveis repentinamente.

    Principais Cuidados

    A raça American Bully é conhecida por ser de baixa manutenção e fácil de cuidar. Ainda assim, relembrarmos a frequência dos cuidados básicos ajuda a nos organizar e saber como isso é importante na manutenção da saúde e bem-estar do bichinho.

    Para começar, esses cães ostentam um pelo curto. Então escová-los com uma escova de cerdas firmes algumas vezes por semana ajuda a manter seu pelo saudável, e sua casa com menos pelo.

    Além disso, os cachorros American Bully não precisam de banhos regulares por serem bem limpinhos, a não ser que rolem e se joguem no chão sujo. Porém, a limpeza dos olhos e das orelhas com solução adequada uma vez por semana também é válida, pois previne uma série de infecções nessa região do corpo.

    Curiosidades

    Queridinho dos famosos: A fisiculturista Gracyanne Barbosa tem um American Bully como seu fiel companheiro! Esse belo amigo se chama Thor e é tão grande em tamanho quanto em doçura, como demonstra a dona dele.

    Torcedor: No ano de 2018, a Veja São Paulo publicou uma reportagem sobre o Noturno, um cãozinho da raça American Bully apareceu vestindo a camisa do Brasil e torceu para a nossa seleção. Ou seja, o Brasil teria sido campeão do mundo naquele ano, se dependesse do querido bichinho.

    Maior do mundo: Um American Bully, chamada Bully ficou conhecido mundialmente por ser o maior cachorro da raça do mundo. O gigante pesava quase 80kg e seu tamanho maior que o XXL.

    Banner
    Banner

    Indicações de produtos para American Bully

    Produtos indicados