• Primeira compra com 10% OFF com o cupom NEWRP
0Item
Meu carrinho
Fechar pedido
Seu carrinho está vazio

    Aquários

    O aquário adequado para manter os peixes vivos, precisa ter o tamanho ideal para a espécie e um bom sistema de oxigenação.
    Filtrar por

    Produtos encontrados: 48 Resultado da Pesquisa por: em 5 ms

    Itens por página:

    Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

    Produtos encontrados: 48 Resultado da Pesquisa por: em 5 ms

    Itens por página:

    Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

    Aquários

    O aquário para peixes é uma casinha que precisa de cuidados especiais com o recipiente, com a água e todos os outros elementos que o compõe, proporcionando um ambiente saudável, limpo e agradável aos nossos pets aquáticos.

    E quem é iniciante no aquarismo, saber qual é o tipo de aquário ideal e pensar nos detalhes essenciais à sobrevivência desses bichinhos não é tão fácil assim. Por isso, vamos falar desse tema justamente para tirar um pouco das dúvidas mais comuns.



    Quantos peixes eu posso colocar em um aquário?

    Uma dica dos aquaristas é somar 1 litro de água para cada 1 cm de comprimento do peixe; caso tenha mais de um, é necessário verificar o comprimento de cada peixe e somar o total.

    No entanto, é bom sabermos que os peixes de água doce têm a seguinte particularidade: os peixes que vivem em água mais frias precisam de um nível maior de oxigênio do que os tropicais. Já no caso dos peixes marinhos, os que têm origem em regiões tropicais precisam de mais oxigênio do que os outros tipos.

    Ainda deve se considerar a quantidade de equipamentos, enfeites, substratos, plantas que ocuparão espaço no aquário e podem interferir na oxigenação correta da água. Então, é sempre bom analisar o espaço ocupado por esses objetos ao escolher o aquário correto pro seu peixinho.



    Quais são os formatos de aquário mais famosos?

    Além das beteiras, os mini aquários possuem um formato bem legal a quem pensa em ter o solitário peixe betta; com ele, o pequeno terá espaço e oxigênio suficientes para nadar e interagir com o humano.

    Inclusive, há mini aquários com luzes de led, com entrada usb e com plantas artificiais, proporcionando uma casinha colorida e iluminada ao pet e decora o cantinho mais legal da sua casa e/ou escritório.

    Caso escolha por um aquário curvo, dê preferência aos mais espaçosos, pois a visão que a curva causa pode estressar os peixes. Se quiser um aquário retangular, ele oferece mais visão tanto ao bichinho quanto às pessoas que se deslumbram com a casa dos deles.

    Porém, mais importante do que o formato do aquário é o espaço no qual os peixinhos terá assim que se mudar pro aquário; e caso você seja iniciante, a opção mais fácil é o aquário de superfície maior.



    Aquário de vidro ou aquário de acrílico?

    Mais comprado por iniciantes, o aquário de vidro é o mais comum pela estética que traz ao ambiente; porém, vale optar pelo tipo de vidro que vá distorcer menos a visão dos peixes e a espessura precisa ser mais grossa justamente para suportar o peso da água sem o risco de trincar.

    Agora, os aquários de acrílico distorcem menos a visão dos peixes e, dependendo da espessura, pode ser mais resistente até por contar com estruturas que sustentam o aquário. Já a desvantagem desses aquários é de riscarem mais facilmente e terem um preço mais elevado.



    Tipos de aquário🐠💦

    Conhecer os tipos de aquário mais famosos, mesmo que você vá adotar somente um peixinho, garante a sobrevivência dele por considerar as particularidades da espécie e os hábitos que ela possui. Então, vamos conhecer alguns:



    Aquário monoespécie

    O aquário monoespécie significa que habitam dois ou mais peixinhos da mesma espécie no mesmo aquário. Sendo assim, o aquarista avalia os hábitos e particularidades de uma espécie, principalmente se quiser colocar macho e fêmea vivendo no mesmo lugar.



    Aquário comunitário

    Ao contrário do monoespécie, se denomina aquário comunitário quando peixes de várias espécies dividem o mesmo aquário, o que é bem comum de ser visto em lojas de aquarismo.

    No entanto, quem opta pelo tipo comunitário precisa estudar as espécies que vão habitar juntas e saber se podem conviver pacificamente, se são todos de peixe de água salgada ou doce e se os hábitos desses mesmos bichinhos são semelhantes ou iguais, prevenindo comportamentos predatórios entre eles.



    Aquário temático

    Diferente do comunitário, o aquário temático abriga peixes que fazem parte do mesmo ecossistema. E, a partir das características desse ecossistema, o aquário é decorado e adaptado às necessidades dos pets, como a qualidade da água, quantidade de plantas, iluminação e o que mais for pertinente ao bem-estar deles.



    Aquário de ciclídeos

    O ciclídeo é uma família de peixes que vivem em água doce - como, por exemplo, o tilápia e o acará branco - e os tipos de ciclídeos mais conhecidos são os de origem africana e amazônica.

    Até por essa família de peixes requerer determinado nível de acidez da água, substratos e pedras específicos, o aquário ciclídeo é mais indicado para aquaristas mais experientes. Além disso, é necessário ver se as espécies escolhidas convivem pacificamente umas com as outras e o comportamento entre os peixes da mesma espécie, ainda que sejam da mesma família.



    Aquário jumbo

    Esse é o cantinho certo aos peixes de tamanho médio e grande, pois é grande o suficiente para proporcionar maior quantidade de oxigênio, dá mais liberdade de movimentos ao peixe e garante mais espaço às bombas, substratos e outros equipamentos sem prejudicar a circulação do bicho.

    Obs. Ao adotar mais de um peixe em aquário jumbo, certifique-se que as espécies tenham compatibilidade e calcule o espaço corretamente, dando maior distribuição de oxigênio e prevenindo comportamentos predatórios entre eles.



    Aquário plantado

    Os aquários plantados de água doce são diferentes dos outros por dar mais enfoque às plantas do que os peixes e outros animais aquáticos. Neste caso, o aquarista coloca as que podem viver em aquários e, em seguida, os peixes que possam conviver com esse habitat tranquilamente.

    Pelo fato das plantas se alimentarem através da fotossíntese, o cuidado com a qualidade da água, a iluminação correta, o uso de areias e cascalhos e os equipamentos é o que ajuda a desenvolver as plantas da maneira correta, assim como a sobrevivência delas.



    Aquário marinho

    Mais conhecido como aquário de água salgada, ele abriga somente os peixes que vivem no mar ou oceano. Por isso, incrementar o ambiente com algas, corais, alguns invertebrados além de salinizar a água auxilia na adaptação dos peixinhos remetendo à antiga casinha deles.



    Veja os melhores aquários para peixes na Royal Pets!

    Conseguiu ver o melhor tipo de aquário ao seu bichinho? Então, corre no nosso site e encontre a casinha mais adequada ao seu pet aquático💜💛